Além do Olhar

Posted on 26/10/2015 por

3


del 1

Por Flavia Frota Cavalcanti

“Bastou te ver mais uma vez para sentir que não passou…”

Em Flor – Simone

O amor! Ah, divino sentimento que surpreende o cotidiano e um simples olhar muda todo o rumo da nossa vida!

Emoção devastadora, faz as pernas bambolearem involuntariamente e arrebata o coração em uma desobediência tão infantil quanto adolescente.

Encontrar um amor, rever uma paixão, deparar-se com os olhos de alguém que marcou a nossa vida é um evento desconcertante.

Em vão, tentamos matar e enterrar um amor vivo. Inutilmente, procuramos esquecer e, para tal, esforçamo-nos por não lembrar, mas vem a vida e nos contraria.

Sentimento ousado, teimoso e duradouro. Sabe instalar-se e impõe-se à revelia… É espaçoso e íntimo, conhece cada pormenor da nossa alma e, por isso, consegue penetrar tão facilmente em nosso coração.

Tentativas mal sucedidas só comprovam a incapacidade de deixar de amar. Há, entre os amantes, uma sintonia capaz de atraí-los para o mesmo espaço e uma energia a unificar os pensamentos e a tornar o amor mais evidente e determinado.

Determinado a impor-se e a deixar bem claro quem manda! Haja coração para render-se e aceitar uma imposição vinda de dentro, pronta para romper os escaninhos da alma com tudo quanto há de mais terno, puro e encantador.

E, graças a esse profundo envolvimento de corpo e alma, um simples olhar tem a capacidade de revelar os mais profundos segredos e gritar com o silêncio de olhos brilhantes: Eu te amo!

“O que Deus uniu o tempo não separa…”

 

https://youtu.be/ievojjMdtHs

 

 

 

Beyong Sight

 

“It only took one more chance to see you and realize it was not over…”

Too Young – Nat King Cole

Love! Such a divine feeling that surprises our routine and a simple look can chance the course of our lives.

A devastating emotion that can make our legs shake unwittingly and also snatches a heart into distance, just like when we were teenagers.

Finding love, seeing someone once you fell in love with, encountering someone’s eyes that once have been in your life, can be very embarrassing.

In vain, we try to vanish and bury a living love. Ineffectually, we try to forget and to do so, we make efforts not to remember, but then life comes to show us the contrary.
A daring, stubborn and tough feeling. It can be set and imposed in absentia… it’s spaceful and close, it knows every detail of our soul and, because of that, it penetrates so easily into our hearts.

Unsuccessful attempts can only prove the failure of trying not to love someone. There is, among lovers, a tune that can draw them to the same space and energy that can unite thoughts and make love stronger and more determined.

Determined to impose it and make things clear to whom is on control. It takes a lot to surrender, to accept and inside imposition ready to break a soul’s burrier with all there is of pure, sweet and charming.

And, thanks to a deep mix of body and soul, a simple look has the capacity of revealing the deepest secrets of screaming through the silence of someone’s shiny eyes: I love you!

“What God united time cannot separate”.

 

http://letras.mus.br/nat-king-cole/388365/

 

 

 

 

 

Anúncios